Páginas

27 de set de 2011

Inadimplência fica em 5,3% em agosto e atinge maior patamar desde janeiro de 2010

A inadimplência para consumidores e empresas ficou em 5,3% em agosto e chegou ao maior patamar desde janeiro do ano passado, quando atingiu 5,5%. De acordo com dados divulgados hoje pelo Banco Central (BC), os atrasos superiores a 90 dias aumentaram 0,1 ponto porcentual em relação a julho (5,2%).

Especificamente para pessoa física, a inadimplência ficou em 6,7% no mês, ante 6,6% em julho. Entre as pessoas jurídicas, a inadimplência aumentou 0,1 ponto porcentual nesta comparação para 3,9%.

Habitação
O BC informou também que o crédito habitacional registrou expansão de 3,7% em agosto, ante julho. Com isso, o estoque de crédito nesta modalidade chegou a R$ 180,242 bilhões. No ano, o crescimento do financiamento para habitação chega a 29,9%. No acumulado de 12 meses até agosto, o crescimento é de 49,3%.

Média
A média diária de concessões de novos empréstimos apresentou expansão de 0,8% em agosto ante julho, segundo dados do Banco Central. Com isso, o sistema financeiro emprestou uma média de R$ 8,549 bilhões em cada dia do mês de agosto. O valor é 8,8% maior do que o registrado em agosto de 2010.

A expansão de novos empréstimos foi liderada por operações para empresas, que cresceram 2,2% em agosto. Com esta evolução, bancos realizaram média de R$ 5,092 bilhões em financiamento às empresas a cada dia de agosto, cifra 9,4% maior que a verificada um ano antes.

Já no segmento de pessoa física, agosto teve contração de 1,1% na média diária de empréstimo ante julho e terminou com R$ 3,457 bilhões. Apesar da queda mensal, a média em agosto de 2011 foi 7,9% que a verificada em agosto do ano passado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário