Páginas

18 de out de 2011

No Vasco, Eder Luis ironiza gramado do Engenhão

ja também:
A oito jogos do fim do Campeonato Brasileiro, o Vasco terá três clássicos regionais no Engenhão. Para Eder Luis, será um Carioca à parte. Além da rivalidade como obstáculo nesta reta final de competição, um outro agravante pode se tornar um complicador na luta vascaína pelo título: o gramado do estádio do Botafogo.
Vasco é o 2º colocado no Brasileiro. Veja a classificação
As partidas contra a dupla Fla-Flu e o rival alvinegro serão no Engenhão, hoje sucessor do Maracanã, e, portanto, campo neutro. Mas as condições do campo, segundo Eder, não são favoráveis. O atacante não esconde a frustração toda vez que o Vasco atua no estádio arrendado pelo Botafogo.
Veja também: Vice-artilheiro vascaíno, Elton já tem melhor média da temporada
"Lá a gente não consegue dar dois toques na bola. Com todo respeito, mas não gosto do Engenhão. Chamo aquilo lá de Engenhoso", critica Eder, numa referência a horroroso.
Vasco não costuma ir bem fora de casa contra o Bahia

Foto: Fotocom Ampliar
Eder Luis comemora o segundo gol vascaíno sobre o Botafogo no Engenhão
Gostando ou não do estado do gramado, é lá que o campeão da Copa do Brasil e vice-líder do Brasileiro, com 54 pontos, fará os clássicos regionais. A tabela não reserva boas coisas para o time de São Januário. O Vasco fará apenas mais duas partidas em casa - São Paulo e Avaí -, e sairá mais duas vezes do Rio - Santos e Palmeiras.
Siga o Twitter do iG Vasco e receba notícias do time em tempo real
Antes, porém, enfrenta o Bahia, domingo, em Pituaçu - adversário que costuma levar a melhor jogando em casa. Para Eder, o compromisso contra a equipe de Joel Santana está sendo encarada com muita preocupação.
"Não podemos pensar nos times do Rio e nem nos adversários lá da frente antes do Bahia. Sabemos que será um jogo muito difícil. E mais: é um jogo que vai determinar nossas pretensões no campeonato".

Nenhum comentário:

Postar um comentário