Páginas

18 de out de 2011

Palmeiras peca nas finalizações e Damião não perdoa: Inter 3 a 0

O jogo
O Palmeiras foi melhor no primeiro tempo, criou mais, esteve bem perto do gol, mas faltou precisão aos seus atacantes nas finalizações. Categoria que não falta ao principal atacante do futebol brasileiro neste ano: Leandro Damião. Assim, com uma oportunidade criada, o Inter foi para o vestiário com a vantagem dada pelo artilheiro.
Leandro Damião mostrou no Pacaembu porque é hoje a principal aposta de Mano Menezes para vestir a camisa 9 da seleção brasileira. Num típico lance de artilheiro, aos 25 minutos, o atacante conduziu a bola no peito, de costas para Henrique. Como um pivô, dentro da área, Damião girou e marcou o primeiro gol da tarde, seu 11º gol no Campeonato Brasileiro.
Luan teve as melhores chances do Palmeiras, mas pecou muito no último toque para o gol. Ele reforçou, assim, o discurso dos torcedores que pegam no seu pé. Aos 35 minutos, após levantamento de Marcos Assunção na área do Inter, a bola sobrou para Luan na pequena área, sem goleiro, e mesmo assim, para a incredulidade de todos os presentes no Pacaembu, o atacante tirou a bola do gol.
Gabriel Silva, como Luan, também desperdiçou chance clara de dentro da pequena área. Aos 46, cabeceou para fora e o primeiro tempo terminou com vantagem do time gaúcho. O Palmeiras, com Marcos Assunção, em duas cobranças de falta, também assustou Muriel no primeiro tempo. O Internacional teve apenas três finalizações no primeiro tempo e o Palmeiras, 11. Porém, apenas três das tentativas do time paulista foram em direção ao gol.

Nenhum comentário:

Postar um comentário